Oxiteno Nordeste eleita melhor empresa do setor de química e petroquímica pela revista Exame

A Oxiteno Nordeste desponta como a melhor empresa do setor de Química e Petroquímica na edição Melhores e Maiores 2018 da revista Exame.

A premiação aconteceu na Sala São Paulo no dia 13 de agosto e reuniu as empresas que se destacaram em 20 setores da economia, após uma detalhada análise das 1000 maiores empresas do Brasil. Essas empresas foram analisadas e receberam pontos pelo seu desempenho relativo em cada indicador, sendo dez para primeiro lugar, nove para segundo e assim sucessivamente. Os pontos foram multiplicados pelo peso atribuído a cada um dos seguintes indicadores: Rentabilidade do patrimônio, Liquidez corrente, Liderança de mercado, Riqueza criada por empregado e Crescimento de vendas (nessa ordem de importância). Houve ainda um bônus para empresas mais sustentáveis segundo o guia Exame sustentabilidade, e para as Melhores empresas para você trabalhar.

Participam da pesquisa todas as empresas que publicaram demonstrações contábeis no diário oficial (normalmente até meados de maio) e empresas de porte significativo e bem conhecidas no mercado, que não divulgam seus resultados, mas tiveram seu faturamento estimado pelos analistas da publicação. São priorizadas as demonstrações que consideram os efeitos de inflação em seus resultados, além de serem consideradas as demonstrações individuais e não as consolidadas com o objetivo de medir o desempenho das empresas individualmente.

Em 2017, a Oxiteno Nordeste (composta das unidades Camaçari, BA e Triunfo, no RS) aumentou a produção e 11% ultrapassando a marca de 434.000 toneladas, um recorde na sua história. “crescemos acima do esperado, principalmente em razão do lançamento de novos produtos”, afirma João Benjamin Parolin, diretor-superintendente da Oxiteno.